Pular para o conteúdo principal

Postagens

O INCRÍVEL MUNDO DO SILENCIOSO MENINO

O meu lugar de morada outrora fora um lugar de vivências ancestrais: a Praça dos Martírios e em torno dela, o comércio ao leste e um pouco mais um mar e a oeste a Cambona; para o sul, o bairro da Levada e, logo acima, o mirante de Santa Teresinha, e era neste contexto que, nos entornos daquela praça, se desenvolvia um mundo onde se misturavam garotos, jovens e velhos.

Todavia, eu vivia silencioso e enclausurado em meu quintal e, só muito tempo depois foi que, aos poucos, ele percebeu o estranho e secreto universo daquele mundo. Alí, enquanto estavam a se embrenhar nos mangués, outros a jogar bola e outros meninos nas ruas assaltando sítios e roubando mangas, e ainda outros a nadar nas águas até o cais, eu, – ficava no quintal a arquitetar mundos imaginários por entre galinhas, bichos, e, amigos e inimigos imaginários.
E a tudo ele transformava em sonhos. Os animais que havia, com o passar do tempo tinham todos nome. As galinhas que as vezes sumiam, eram para ele um desespero, e, foi …
Postagens recentes

NOVIDADES CONHECIDAS - LARA MELO

UM AFAGO DO AMIGO E PARCEIRO PABLO DE CARVALHO.

Dono de um raro refinamento musical, compositor de harmonias sofisticadíssimas, Chico Elpídio faz parte da profunda tradição chorona, sambista e bossanovista de Alagoas.

Maceió, com seus bairros históricos à beira de mar e lagoa e seus subúrbios em cidade-alta, é verdadeiramente um ambiente perfeito para as rodas de samba de virtuosos, para a quietude sofisticada da bossa nova e para tudo quanto, em música, aglutine os sentimentos dos povos formadores do Brasil; uma cidade de navegantes, miscigenada, romântica e desigual.
Apaixonado por essa cidade, sua terra natal, Chico Elpídio desenvolve um forte sentimento por seu chão, por céu e por seu mar, e vai cantá-los à sua maneira: lapidando melodias cuidadosamente, burilando acordes, encontrando caminhos musicais cuja beleza não é apenas pura manifestação de talento, mas uma expressão de cuidado, homenagem e reverência por Maceió e Alagoas. 
Com o Grupo Terra, formado em 1975, um time de primeira (Chico Elpídio, Zé Barros, Zailton Sarmen…

LARA MELO marca sua volta aos palcos com o espetáculo MAR DE HARMONIAS

Lara Melo A cantora Lara Melo estará de volta aos palcos no dia 25 de maio, a partir das 19h30, no Espaço Cultural Arte Pajuçara, em Maceió. A volta aos palcos é marcada pelo espetáculo Mar de Harmonias: a música de Chico Elpídio.
O show é um grande tributo ao talento incomum do compositor Chico Elpídio. No palco, Lara projeta, em interpretações singulares, a música desse artista e parceiros como Pablo de Carvalho, Eliezer Setton, Geraldo Rebêlo e Edson Bezerra. Kel Monalisa, Mari da Costa, Mel Nascimento, Giba Simplício, Andrea Laís e o próprio Chico Elpídio, fazem participações especiais que imprimem o DNA de cada intérprete e agregam valores à trilha de Lara Melo e do compositor reverenciado.
Com entrada gratuita, o show é uma parceria com a Secretaria do Estado de Cultura (Secult) e está entre os projetos selecionados pelo edital Prêmio Diogo Silvestre/2016, na categoria Música. Os convites serão liberados nos dias das apresentações a partir das 16 horas.
Prêmio Diogo Silvestre
O p…

GAFIEIRA CAPRICHOSA - A MÚSICA

Um pouco da história da criação do samba GAFIEIRA CAPRICHOSA, composto em parceria com PABLO DE CARVALHO especialmente para a banda GAFIEIRA CAPRICHOSA.

LARA MELO - MAR DE HARMONIAS, A MÚSICA DE CHICO ELPÍDIO

O show, contemplado pelo Prêmio Diogo Silvestre, acontecerá nesta quinta-feira (18). A Música é uma sequência de ondas sonoras com um certo sentido rítmico, melódico. Seria ela um “Mar de Harmonias”, onde tudo está balanceado, sem riscos de naufrágios ou rimas descabidas.
Este, aliás, é o nome do show que a cantora alagoana Lara Melo está trazendo para Arapiraca nesta quinta-feira (18), a partir das 19h30, dentro do projeto contemplado pelo Prêmio Diogo Silvestre, contando com o apoio do Governo do Estado e da Prefeitura de Arapiraca.

Com entrada franca, a apresentação acontecerá no Teatro Cenecista Thereza Auto Teófilo, no bairro do Centro, tendo a abertura feita pelo estudante de Música da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Wyron Roberth.

Neste novo formato, ela homenageia a poesia e a música do cantor alagoano Chico Elpídio, ainda pouco conhecido do grande público, mas de uma pureza gigantesca em suas composições sambistas.
Em novembro do ano passado, a intérprete ganhou o 3º lug…
EDSON BEZERRA – AUTORAL

Revendo os meus discos em busca de novidades encontro entre eles um CD com a gravação na integra de um show realizado pelo professor Edson Bezerra no Teatro Deodoro, em 1994. Um trabalho autoral de rara beleza, ilustrado com o requinte musical de três excelentes músicos: Ricardo Lopes, arranjador e Guitarra, Miran Abs – Violoncelo e Jiuliano Gomes no Teclado. Para os amantes da música autoral alagoana, uma rara oportunidade para ouvir e conhecer um pouco mais desse artista, que transborda de emoção quando canta e interpreta suas canções. 
OS OLHOS DO CORPO

Meus olhos viram coisas que só eu sei
Viram cores viram amores emoções
Meu corpo pedem toques que nem (só) eu sei
Pedem vícios precipícios emoções...


Meus olhos viram deuses que só eu sei
Sem palavras teus olhares dois clarões
Meu corpo sentem toques que só eu sei
São teus pelos teus desvelos emoções...