Pular para o conteúdo principal

ÊLES FAZEM A FAMÍLIA CAMBONENSE


O Cambona sempre foi fértil em oferecer não só para Alagoas, profissionais da mais alta estirpe. Quem não se lembra dos professores Cajueiro e Granjeiro, pioneiros na formação de cursinhos para o ensino da Lingua Portuguesa; Antônio Paurilho, pianista e compositor, autor da música "Ansiedade"; Marcelo Santos, Agulhas Negras; Aldo Flores, Procurador do Estado; Dilmar Camerino, Ministério Público Estadual; Haroldo Miranda, ícone da radiofonia alagoana; Sabino Romariz, radialista e Deputado Estadual; Cleto Marques Luz, Consultor Jurídico da Assembléia Legislativa e eterno Presidente da Federação Alagoana de Futebol; os comtemporâneos: Edson Bezerra e Cícero Péricles, doutores em Sociologia e Economia, respectivamente; Alder Flores, Advogado Ambientalista; Josenal Fragoso, Procurador da Ceal; Cláudio Lima de Souza, Delegado da Polícia Federal, como se vê, personagens que só engrandecem e honram nosso bairro. Ainda são remanescentes no Cambona: Guiomar de Gouveia Bezerra, Norma Omena, Mary e Washington Omena, Nalmi da Silva, Pedro Rebêlo, Joseval Fragoso, Carmem, Maria e Fausto Leite e tantos outros.

Fragoso Pereira
José Pereira *
Lindinalva Fragoso Pereira *
José Elias Fragoso Pereira - Economista
Josenal Fragoso Pereira - Bel em Direito
Joseval Pereira Fragoso - Funcionário Púbico
Gouveia Bezerra
Salviana Gomes dos Santos *
Manoel Elpídio Bezerra *
Guiomar de Gouveia Bezerra - Professora *
Francisco Elpídio de Gouveia Bezerra - Bel em Direito
Edson Bezerra - Bel em Sociologia
Lima de Souza
Manoel Lima de Souza - Funcionário da ECT*
Marina Lima de Souza *
Deraldo Lima de Souza - Bel em Medicina
Cláudio Lima de Souza - Delegado Federal
Sônia Lima de Souza - Bancária
Selma Lima de Souza *
Marluce Lima de Souza - Funcionária Pública Estadual
Edson Lima de Souza - Funcionário da Ceal
Flávio Lima de Souza - Bel em Medicina
Flores Barbosa
Aldo Flores Barbosa - Promotor Público *
Zunaira Ribeiro Barbosa - Funcionária Publica Receita Federal *
Alder Ribeiro Flores Barbosa - Advogado e Consultor Ambientalista
Zaira Ribeiro Flores Barbosa *
Zenise Ribeiro Flores Barbosa
Zirlane Ribeiro Flores Barbosa
Zeila Ribeiro Flores Barbosa
Pinto Torres
Esmeralda Pinto Torres *
José Aguinaldo Torres*
Valdomiro Pinto Torres *
Walderez Pinto Torres *
Eufrásio Pinto Torres - Bel em Arquitetura
Everaldo Pinto Torres - Marinha do Brasil
Edilma Pinto Torres
Calheiros
Mário Rodrigues da Silva *
Carmelita Calheiros *
Rosane Calheiros - Funcionário Público
Viviane Calheiros - Funcionaria Pública
Leite
João Gandaia *
Maria Leite *
Nazareth Leite *
Lourdes Leite - Professora
Fausto Leite - Professor
Carmem Leite - Professora
Rosa Leite *
Carvalho
Genésio Carvalho - Advogado e Jornalista *
Geneildes Carvalho - Advogada
Genival Carvalho - Fiscal de Renda
Raimundo Carvalho - Fiscal de Renda
Geneir Carvalho - Bel em Direito
Leite Moreira
Luiz de Matos Moreira*
Maria Helena Leite Moreira*
Moab Leite Moreira
Moacir Leite Moreira*
Juarez Leite Moreira*
Luiz de Matos Leite Moreira*
Galba Leite Moreira *
Guido Leite Moreira
José Leite Moreira
Renato Leite Moreira *
Nilza Leite Moreira
Neuza Leite Moreira
Dantas
Máximo Gomes da Silva *
Laura Dantas dos Santos da Silva - Bel. em Pedagogia*
Judite Dantas Santos - Professora
Benedita Dantas Batista - Professora
Eduardo Batista - Empresário
Fernando Antônio Dantas Silva - Engenheiro Civil
Marcelino Máximo Dantas Silva - Escritor
Marluce Dantas Batista - Professora
Eduardo Batista Junior - Policial Federal
Malta dos Santos
Alvaro Victor dos Santos - Exercito Brasileiro*
Lindinalva MAlta Máximo dos Santos*
Analva Malta dos Santos - Administradora de Empresa/Servidor Federal*
Mércia Maria Malta dso Santos - Advogada/Servidora Federal
Marcelo Renato Malta dos Santos - Exército Brasileiro
José Alvaro de Malta Santos- Administrador de Empresa/Brakem
Alberto Jorge Tavares de Gois - Fisioterapeuta
Rocha
Roberto Macêdo Rocha - *

(*) falecidos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Manifesto Sururu

Edson Bezerra, o autor. O manifesto sururu quer muito pouco.  Quem sabe um pouco mais do que exercitar um certo olhar: um olhar atento por sobre as coisas alagoanas. O manifesto sururu não quer apostar e nem pousar em outras imagens.  O que ele procura é exercitar olhos e sentidos por sobre (e dentre) antigas e permanentes imagens das coisas alagoanas: olhar primeiramente os canais que interligam as lagoas e os rios.  Os canais sempre foram as nossas pontes e disto já o sabia Octávio Brandão.  O manifesto sururu também fala da fome. Não da fome comum, mas da fome de devorar as Alagoas. Contra as derrapagens de uma modernidade vazia, uma outra assinalada de coisas alagoanas. Novas rotas. Rotas alagoanas: de canais e lagoas, sobretudo.
Tchello d’Barros  Aqui uma lúdica intertextuallidade com o Manifesto Sururu, esse breviário de saberes, falares e viveres, que você trouxe à tona numa linguagem poética impregnada de essências alagoanas, de ancestralidades, de elementos arquetípicos dessa terra, d…

Grupo Terra

Grupo Terra foi fundado em 1975, sendo composto só por músicos alagoanos. Tinha as suas composições voltadas para o regionalismo e na cultura popular, realizando pesquisas na busca e valorização dos poetas e compositores alagoanos. Apresentou-se pela primeira vez, no altar do Convento de São Francisco, durante o Festival de Verão, realizado em Marechal Deodoro, em seguida, participou de outros Festivais, tendo como destaque, os Universitários de 1989 e 1990 promovidos pela UFAL, os de Verão, os de São Cristóvão, em Sergipe, os das Rádios Gazeta e Difusora de Alagoas. Todas as músicas gravadas e defendidas pelo Grupo Terra tinham como tema: o povo sofrido do campo, as questões políticas, além de chamar à atenção dos Òrgãos Culturais, sobre a necessidade de preservar a nossa história, através da manutenção dos inúmeros prédios e monumentos históricos, que estavam em total abandono. Em 1978 o Grupo Terra, gravou o 1º LP, lançado em nível nacional pela Warner Bandeirantes do Nordeste. Tr…