quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Frases Impertinentes

"O amor é finalmente um embaraço de pernas,
Uma união de barrigas,
Um breve temor de artérias.
Uma confusão de bocas,
Uma batalha de veias,
Um reboliço de ancas,
Quem diz outra coisa, é besta.!"
Gregório de Matos - poeta brasileiro.


"A loucura é algo raro em indivíduos - mas em grupos, partidos, povos e épocas é a norma."
Friedrich Nietzsche - do livro Além do bem e do Mal.


"Tudo em ti foi naufrágio."
Pablo Neruda, in "A Canção Desesperada"


"Meu tempo é quando"
Vinícius de Moraes - poeta brasileiro.



Nenhum comentário:

EM RESUMO